Pesquisas

O CERIS atua com as seguintes ações, entre as mais significativas: Censo Anual da Igreja Católica do Brasil – CAICBr:

O censo compreende a pesquisa quantitativa e qualitativa permanente sobre a presença da Igreja Católica no território brasileiro. O trabalho do censo representa o contato com todas as dioceses, mais de 11.840 paróquias e de mil congregações, dispersos sobre 5.583 municípios. Parte da informação é publicada, a cada dois anos, no Anuário Católico do Brasil.

O CERIS é presença permanente junto à CNBB e à CRB, com participações em diversas instâncias das instituições, principalmente na Semana Social e nas assessorias, análises sócio religiosas e análises de conjuntura.

Desde 1979, o CERIS controlou um fundo de doações para pequenas iniciativas comunitárias. O montante das concessões, em geral, não excedia a importância de US$ 3.000 por projeto. Os beneficiários preferenciais foram grupos informais que pretendiam começar atividades de geração de renda, organizar cursos de formação ou realizar campanhas. Além disso, o fundo apoiava projetos pastorais no campo do planejamento, do treinamento, de atividades coletivas e de equipamento para unidades sociais de paróquias. Nos últimos 26 anos, o fundo analisou mais de sete mil pedidos e aprovou mais de três mil projetos.

O CERIS integra a Red Puentes, uma rede formada por organizações da sociedade civil de Argentina, Brasil, Chile, México, Peru, Uruguai e Holanda, com o objetivo de promover uma cultura de responsabilidade social empresarial na América Latina.

Acompanhamento e Avaliação: O CERIS acompanhou e avaliou projetos em todo o território nacional, para organismos multilaterais de desenvolvimento, bem como para organizações da cooperação internacional. Também acompanhou projetos diocesanos e pastorais. Em muitos casos, o CERIS preparava equipes locais para aplicar metodologias de planejamento e as capacitava para usar técnicas de monitoramento e avaliação. Além disso, as equipes locais foram treinadas em alguns temas específicos, tais como segurança alimentar, saúde, protagonismo infanto-juvenil, gênero, geração de renda, políticas públicas e instrumentos de avaliação de resultados e indicadores, captação e gestão de recursos.

Pesquisas: O CERIS realiza pesquisas sociológicas, dirigidas a investigar, entre outros assuntos, religião, realidade urbana e projetos educacionais. Realiza também seminários nestes e em outros temas sociais. Alguns exemplos de pesquisas

No campo da religião: Mobilidade religiosa no Brasil. Pedida recentemente pela CNBB, esta pesquisa nacional verifica as motivações principais dos católicos e não católicos para mudarem de religião. Os resultados preliminares foram apresentados na 43a Assembleia Geral da CNBB.

  1. Novas formas de crer. Pesquisa que examina as tendências de práticas das igrejas cristãs no Brasil.
  2. Catolicismo em Brasil. Pesquisa que examinou tendências de práticas dos católicos em seis capitais brasileiras.

No campo social:

Censo brasileiro das escolas católicas: realizado para a Associação Nacional de Mantenedoras de Escolas Católicas – ANAMEC;

Levantamento da população de rua do Brasil: Pesquisa em fase final de negociação com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome;

Violência contra a mulher: Pesquisa em fase de negociação com o Ministério da Saúde;

Responsabilidade social empresarial: Pesquisa entre companhias holandesas, portuguesas, espanholas e alemãs que atuam no Brasil, para identificar o nível e a qualidade da responsabilidade social de suas ações, do ponto da vista das organizações da sociedade civil, usando como referência as diretrizes da OCDE e da OIT;

Agenda 21 local de Santa Teresa: Santa Teresa é o único bairro do município do Rio de Janeiro, onde uma ONG conseguiu habilitar-se a programa do Governo Federal, mediante o qual obteve recursos para pesquisar e propor soluções às exigências da agenda 21. Este projeto consistiu na pesquisa de dados secundários, na pesquisa da opinião e no exame entre formadores de opinião das características do bairro, no sentido de elaborar a agenda 21 local.

Publicação de séries de livros e de cadernos temáticos, baseados nas próprias pesquisa e atividades.

Elaboração e distribuição de cadernos didáticos do tipo instrução programada, para uso por trabalhadores e líderes comunitários e sindicais.

Avaliação do programa de formação de lideranças sindicais do DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio Econômicos), com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Concurso Nacional Ação Durban, financiado pela Fundação Ford, com o objetivo de premiar organizações da sociedade civil, com ações aderentes ao protocolo da III Conferência Mundial das Nações Unidas Contra o Racismo, a Xenofobia e a Intolerância Correlata, realizada em Durban, na África Sul, em setembro 2001. Foram premiadas trinta organizações e foi lançada a campanha nacional contra Discriminação, quem se omite, pratica, contra a discriminação de toda a ordem.

Estabelecimento do Centro Brasileiro de Referência em Tecnologia Social – CBrRTS, em parceria com o Instituto de Tecnologia Social, no sentido de criar um banco de dados das experiências de tecnologia social, para que sejam oferecidas à sociedade.

Programa nacional de formação técnica e geral de agricultores assentados e em fase de assentamento por reforma agrária, em convênio com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA, do Ministério do Desenvolvimento Agrário.